1. Ada
  2. Condições
  3. Aspiração de corpo estranho

Aspiração de corpo estranho

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

A aspiração de corpo estranho ocorre quando se engole um objeto não comestível e ele fica preso na garganta ou nas vias respiratórias. Pode ser uma emergência médica, dependendo da gravidade do bloqueio. Lactentes e crianças pequenas tendem a inalar pequenos objetos como botões e bolas de gude, enquanto os adultos em geral inalam itens relativos a alimentos. Os sintomas típicos são tosse, chiado e dificuldade em respirar. O tratamento envolve a gestão da capacidade da pessoa de respirar e a remoção do objeto.

Riscos

A inalação de pequenos objetos, como moedas e botões, costuma ocorrer com crianças e bebês. Adultos em geral inalam acidentalmente itens relativos à alimentação, tais como ossos, palitos, ou pedaços de frutas. Adultos com algumas doenças neurológicas, tais como demência, tem maior risco de inalar objetos estranhos.

Sintomas

Os sintomas dependem do objeto inalado, onde se aloja nas vias aéreas e o tempo decorrido desde que o objeto foi inalado. Os sintomas típicos incluem respiração ofegante, asfixia, dificuldade em respirar, coloração azulada da face e uma tosse persistente. Se o objeto estiver causando um bloqueio importante nas vias aéreas, estes sintomas ocorrem de repente e requerem tratamento imediato em um departamento de emergência. Se o objeto ficou nas vias aéreas durante algum tempo, causou uma infecção pulmonar, pode haver febre, um pulso rápido, e, possivelmente, desmaio.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito por um médico que avalia os sintomas e faz um exame físico. Muitas vezes, é necessário um raio-X, TC (tomografia computadorizada) do peito ou uma broncoscopia (usando uma câmera para olhar as vias respiratórias) para confirmar o diagnóstico.

Tratamento

O tratamento envolve tratar da capacidade da pessoa respirar e remover o corpo estranho. Se a pessoa não consegue respirar, é muito importante o auxílio à respiração e remoção urgentes. Um primeiro passo para remover o objeto é tentar induzir a pessoa a tossir. Se isso não funcionar, intervenção médica será necessária, seja por broncoscopia (uma câmera introduzida para examinar as vias respiratórias) ou, como último recurso, por cirurgia. Se houver uma infecção, antibióticos podem ser administrados.

Prevenção

Manter pequenos objetos como moedas, botões, pilhas, longe das crianças, ensinar-lhes a mastigar bem e aconselhá-los a não falar ou brincar enquanto comem pode evitar a ingestão de corpo estranho em crianças pequenas.

Prognóstico

Quase todos os corpos estranhos podem ser removidos das vias aéreas com um broncoscópio. Se o objeto não causar problemas respiratórios de emergência e for removido imediatamente, a maioria das pessoas se recupera bem. A inalação de objetos grandes pode ser fatal. As complicações ocorrem mais frequentemente quando o diagnóstico é feito 24 horas após a inalação.