1. Ada
  2. Condições
  3. Erupção de fralda

Erupção de fralda

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

A erupção da fralda é um tipo de inflamação da pele, que aparece como uma erupção vermelha brilhante sobre a pele coberta pela fralda na parte inferior das nádegas do bebê. Ela ocorre normalmente em lactentes e crianças com idade inferior a 2 anos de idade. Além disso, também pode ser observada em adultos por diversas razões, que precisam usar fralda. A maioria dos bebês terá uma assadura pelo menos uma vez durante os primeiros 2 anos de vida, o que em geral tem a ver com fraldas não trocadas com a devida frequência ou molhadas, pele sensível, e atrito da pele. As assaduras por fralda podem ser alarmantes para os pais e irritante para os bebês. No entanto, geralmente se cura com tratamentos caseiros simples, como trocar as fraldas com maior frequência, secar bem a pele e usar pomadas protetoras.

Riscos

As assaduras costumam afetar principalmente lactentes e crianças com idade inferior a 2 anos, mas a erupção também pode ser vista em adultos que têm de usar fralda devido à incontinência ou paralisia. A assadura de fralda pode ser causada por irritação da pele às fezes e urina, atrito ou esfregação, irritação devido à introdução de um novo produto para a pele, uma infecção bacteriana ou fúngica, pele sensível ou uma mudança na dieta devido à introdução de novos alimentos.

Sintomas

Assaduras de fralda são no geral relativamente fáceis de identificar. A assadura está localizada na área coberta pela fralda. A pele fica vermelha, irritada e sensível em todas as nadegas do bebê ou sua área genital, ou apenas certos locais, que podem ou não envolver as dobras da pele

Diagnóstico

O diagnóstico geralmente é baseado na história e exame da erupção cutânea. Se a causa da erupção parece ser devida a uma resposta alérgica, seu médico pode realizar um teste na pele para determinar o agente certo causador da alergia.

Tratamento

É importante manter a pele afetada limpa e seca quanto possível. Os cremes de proteção podem ser úteis para proteger a pele durante a cura. No entanto, se a assadura persistir apesar dos tratamentos em casa, pode-se prescrever um creme suave com esteróide. Se, além das assaduras, aparecer uma infecção, poderá ser necessário o uso de cremes ou medicamentos para trata-la.

Prevenção

Manter a pele afetada o mais limpa e seca possível deve ser perfeitamente suficiente para evitar a ocorrência e recorrência da assadura. Pode-se conseguir isso mudando as fraldas com mais frequencia, secando a pele ao ar e usando pomadas.

Prognóstico

A maioria das crianças deverá melhorar das assaduras sem desenvolver qualquer complicação.