1. Ada
  2. Condições
  3. Torção testicular

Torção testicular

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico
  8. Outros nomes

Visão geral

A torção testicular descreve uma condição na qual o testículo se torce no saco escrotal, bloqueando a irrigação de sangue ao testículo. É uma emergência médica, porque o testículo pode morrer devido à falta de oxigênio. Recém-nascidos, crianças e adolescentes são mais comumente afetados. O sintoma mais comum é uma súbita dor na virilha, muitas vezes acompanhada de náuseas e vômitos. O diagnóstico é feito através de uma ultra-sonografia do saco escrotal. O tratamento implica cirurgia para destorcer o testículo e o reposicionar no saco escrotal. A cirurgia deve ser realizada o mais rapidamente possível a fim de evitar danos ao testículo. Com diagnóstico precoce e cirurgia, a maioria das pessoas se recupera muito bem.

Riscos

Os testículos são normalmente fixos no saco escrotal (o saco muscular que pende abaixo do pénis) por cima e por trás. Em alguns casos o testículo não está fixo, e aí a torção se torna possível. A torção bloqueia a irrigação dos vasos sanguíneos para o testículo, o que provoca os sintomas e pode, eventualmente, causar a morte do testículo. Em muitos casos a causa da torção não é conhecida mas pode ocorrer após a cirurgia escrotal ou uma lesão no saco escrotal. Esta condição é mais comum antes dos 2 anos de idade e entre 12 e 18 anos de idade.

Sintomas

O sintoma mais comum é uma dor súbita na virilha e no saco escrotal. Que pode ser acompanhada de náuseas e vômitos. Em alguns casos, o saco escrotal pode ficar vermelho e inchado.

Diagnóstico

O diagnóstico é frequentemente suspeitado com base nos sintomas e aparência do saco escrotal. O diagnóstico geralmente é confirmado com uma ultra-sonografia ou, muito comumente, durante uma cirurgia de emergência. Também se pode fazer exames de urina e de sangue para excluir qualquer outra causa dos sintomas.

Tratamento

O tratamento é um procedimento cirúrgico para destorcer o testículo e fixa-lo ao saco escrotal. Se o testículo tiver sido gravemente danificado, ele será removido.

Prevenção

Embora não seja possível prevenir a torção testicular, uma boa técnica cirúrgica pode impedir o testículo de se torcer novamente.

Prognóstico

Se a torção for diagnosticada e tratada precocemente, há uma boa chance de se poder salvar o testículo antes que ocorram danos. Se a torção não for diagnosticada e tratada, o testículo pode morrer por falta de oxigenação e deve ser removido. Isso pode afetar a fertilidade (a capacidade de gerar um filho) mais tarde na vida.

Outros nomes

  • torção do testículo ao redor da corda