1. Ada
  2. Condições
  3. Intoxicação por álcool

Intoxicação por álcool

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

Intoxicação alcoólica (ou embriaguez) é uma condição temporária causada pelo consumo de álcool. A intoxicação por álcool grave também é conhecida como envenenamento por álcool. Sintomas como aumento da sensação de bem-estar e da confiança social, ou batimento cardíaco acelerado podem ocorrer mesmo com níveis baixos de álcool no sangue. Com níveis crescentes de álcool no sangue, podem ocorrer sintomas como tonturas, náuseas, vômitos, alterações na fala ou perda de controle sobre os movimentos do corpo. Em casos graves, a intoxicação alcoólica provoca coma e até mesmo a morte. A intoxicação por álcool é geralmente tratada com a administração de fluidos. Pessoas que têm intoxicação leve a moderada geralmente se recuperam bem, embora possam sofrer a chamada ressaca, com sintomas de dor de cabeça, náuseas e vômitos por 1 ou 2 dias.

Riscos

A intoxicação por álcool é causada por uma ingestão excessiva de álcool; é uma condição muito comum. A taxa de absorção do álcool e o risco associado de intoxicação alcoólica dependem não apenas da quantidade de álcool, mas também do contexto em que foi consumido. Pessoas que normalmente não bebem álcool muitas vezes tendem a ficar embriagados mais rapidamente e mais severamente do que as que bebem mais regularmente, embora isso nem sempre seja o caso. Mulheres e adultos mais jovens podem ficar intoxicados mais facilmente do que os homens, devido à diferença no tamanho do corpo e a capacidade de processar álcool. Beber com o estômago vazio, beber rapidamente, ou beber bebidas mais fortes do que as que a pessoa está acostumada, tudo isso aumenta o risco de se intoxicar.

Sintomas

Os sintomas dependem do nível de álcool no sangue e se o indivíduo bebe álcool regularmente. Os primeiros sintomas de intoxicação alcoólica incluem batimento cardíaco rápido, uma sensação de bem-estar e confiança, vermelhidão da pele e um caminhar instável. Os sintomas de intoxicação mais grave costumam ser desinibição, náuseas, vômitos, atenção reduzida, fala arrastada, perda de controle dos movimentos corporais, sonolência e perda de consciência (apagões). Pessoas gravemente intoxicadas podem ficar muito frias, desidratadas e podem chegar a ter convulsões.

Diagnóstico

O diagnóstico é geralmente feito considerando-se os sintomas da pessoa afetada e um exame físico. Os níveis de álcool podem ser medidos no sangue, ou na respiração com um bafômetro.

Tratamento

O tratamento da intoxicação alcoólica geralmente envolve dar líquidos e tratar das náuseas e vômitos. Pessoas ligeiramente ou moderadamente intoxicadas eventualmente vão processar o álcool, e vão melhorar com o tempo. Já aqueles com intoxicação alcoólica grave podem precisar de avaliação médica ou hospitalização para receber líquidos por via intravenosa (direto na veia) e para gerenciar eventuais complicações (como convulsões ou dificuldade de respirar).

Prevenção

A ingestão moderada de álcool ou evitar o álcool previne completamente a intoxicação alcoólica. Estratégias que ajudam a evitar intoxicação alcoólica podem ser espaçar bebidas alcoólicas com não alcoólicas (idealmente água), contar os drinques, escolher bebidas com menor teor de álcool e fazer uma refeição antes de beber álcool.

Prognóstico

A recuperação após um episódio de intoxicação depende da quantidade de álcool que foi ingerida. Muitas pessoas terão dores de cabeça, náuseas e apatia, mas isso geralmente não dura mais de um ou dois dias.