1. Ada
  2. Condições
  3. Anafilaxia

Anafilaxia

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico
  8. Outros nomes

Visão geral

A anafilaxia é uma reação alérgica súbita, grave e generalizada que afeta várias partes do corpo. A anafilaxia é uma emergência médica e requer tratamento médico imediato. As causas ou fatores que desencadeiam a anafilaxia variam de pessoa para pessoa, mas muitas vezes são coisas cotidianas, como nozes, picadas de insetos ou medicamentos. Os sintomas tendem a piorar rapidamente e incluem uma erupção cutânea vermelha com coceira, tosse ou pieira, dificuldade respiratória e, por fim, colapso e perda de consciência. Para pessoas com risco elevado de ter uma reação anafilática, pode ser útil levar sempre consigo um kit de emergência, especialmente ao viajar para áreas onde não há atendimento médico prontamente disponível. Se tratado de maneira rápida e adequada, a maioria das pessoas se recupera bem após um episódio de anafilaxia.

Riscos

A anafilaxia é uma resposta alérgica grave. As alergias ocorrem quando o sistema imunológico tem uma reação excessiva a uma substância normalmente inofensiva. Esses fatores de risco são chamados de alérgenos, desencadeadores ou estímulos. Na anafilaxia, a reação envolve o corpo todo e provoca inchaço em várias áreas, incluindo as vias aéreas. Os desencadeadores para essas reações são diferentes. Cerca de 1-2% das pessoas terão uma reação anafilática durante o curso de sua vida. As reações anafiláticas tendem a ser mais comuns em crianças e adolescentes, embora os adultos também possam ter reações quando expostos aos alérgenos.

Sintomas

Os sintomas da anafilaxia podem surgir, progredir e apresentar risco de vida muito rapidamente. Os primeiros sintomas da anafilaxia são uma erupção cutânea rosa ou vermelha com coceira, muitas vezes acompanhada de tosse e batimentos cardíacos rápidos. À medida que a anafilaxia progride, a pessoa afetada pode ficar com dificuldade em respirar, pressão arterial baixa e tonturas, dor abdominal ou um desejo repentino de soltar o intestino. À medida que a anafilaxia piora, os sintomas ficam ainda mais graves e a pessoa pode entrar em colapso, ficar completamente incapaz de respirar e perder a consciência.

Diagnóstico

O diagnóstico se baseia no histórico médico da pessoa e no exame físico. O tratamento não deve ser adiado até que mais testes de diagnóstico sejam realizados, já que uma reação anafilatica pode progredir muito rapidamente.

Tratamento

O fator desencadeante deve ser removido da pessoa afetada o mais rápido possível. Levantar as pernas a um nível acima da cabeça pode ser útil em caso de tontura devido à pressão arterial baixa. O médico de emergência usa com frequência fluidos intravenosos e adrenalina para aumentar a pressão sanguínea. Esteróides e anti-histamínicos são admnistrados para travar a reação imunológica exagerada. Oxigênio e medicamentos inaláveis são usados para ajudar a respirar, em caso de dificuldade respiratória. Em casos graves, pode ser necessário usar um tubo de respiração até que a reação imunológica se resolva.

Prevenção

Evitar fatores de risco conhecidos é importante para prevenir a anafilaxia. Muitas pessoas que tiveram um episódio de anafilaxia em reação a substâncias ou medicações (alergênios) optam por usar uma pulseira ou colar indicando a substância à qual são alérgicas, de forma a orientar o pessoal médico no caso de emergências. Para algumas pessoas, é possível fazer uma terapia de dessensibilização, o que significa que o corpo é exposto lentamente à substância que causa a reacção alérgica. Isso faz com que o sistema imunológico se acostume gradualmente, ajudando a reduzir a gravidade da reação no futuro. As pessoas com alto risco de reações graves também devem ter um plano de ação a fim de ser usado na escola ou local de trabalho, incluindo informações sobre a prevenção e como agir em caso de anafilaxia. Kits de emergência também podem ser recomendados em alguns casos.

Prognóstico

A anafilaxia pode ser uma situação potencialmente fatal e requer tratamento de emergência. Com tratamento adequado, a maioria das pessoas se recupera bem.

Outros nomes

  • reacção alérgica grave generalizada