1. Ada
  2. Condições
  3. Cervicite

Cervicite

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico
  8. Outros nomes

Visão geral

A cervicite é uma condição inflamatória do colo do útero. A inflamação pode ser infecciosa (causada por bactérias ou vírus) ou não infecciosa (causada por irritação física ou química, lesão do colo do útero ou alergias). As infecções sexualmente transmissíveis são a causa mais comum de cervicite. Algumas mulheres não apresentam nenhum sintoma de cervicite. Outras podem experimentar sintomas que aparecem de repente e incluem corrimento vaginal, dor na parte de baixo da barriga ou dor e sangramento durante o sexo. Poderá ser necessário usar antibióticos ou medicação antiviral para tratar a cervicite infecciosa. A maioria das pessoas se recupera totalmente.

Riscos

Há várias causas para a cervicite: lesões (químicas ou físicas), alergias ou infecções. A causa mais comum é uma infecção sexualmente transmitida por bactérias ou vírus. Estas bactérias e vírus são, entre outras clamídia, gonorréia, herpes, micoplasma ou tricomoníase. Ter relações sexuais sem preservativo aumenta o risco de contrair uma infecção sexualmente transmissível. Fatores que aumentam o risco de cervicite não infecciosa incluem o uso de pessários, usar um diafragma ou tampa cervical, usar duchas vaginais ou ser alérgica ao látex (entre muitas outras possíveis causas).

Sintomas

Os sintomas típicos costumam ser secreção vaginal acinzentada ou amarelada, sangramento vaginal (após sexo ou entre períodos menstruais), dor durante o sexo, problemas para urinar (dor ao urinar ou aumento da freqüência de micção) e, menos comumente, dor abdominal e febre. Muitas mulheres com cervicite podem não ter quaisquer sintomas.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito pelo médico com base nos sintomas e exame ginecológico, durante o qual toma-se uma amostra com cotonete do liquido vaginal (esfregaço) para determinar a presença de bactérias ou vírus específicos. Um exame ginecológico também pode ajudar a diagnosticar lesões no colo do útero se houver.

Tratamento

A cervicite não infecciosa geralmente não requer nenhum tratamento específico. Embora, possa ser util tomar analgésicos. Dependendo da causa, a cervicite infecciosa é tratada com antibióticos ou medicação antiviral. Se a causa é sexualmente transmitida, é necessário informar e tratar os parceiros sexuais também.

Prevenção

O uso de preservativos durante as relações sexuais pode prevenir as infecções por vírus ou bactérias. Evitar causas conhecidas de cervicite não infecciosa (evitar substâncias às quais a pessoa é alérgica) pode ajudar a evitar que ocorra de novo.

Prognóstico

Infecções do colo do útero não tratadas podem causar problemas com a fertilidade (a capacidade de engravidar). Se uma mulher grávida tiver uma infecção não tratada causando cervicite, a infecção poderá causar problemas de saúde para o feto. Em casos raros, a infecção pode se espalhar do colo do útero para o útero e os órgãos circundantes, e pode causar uma infecção severa do abdómen.

Outros nomes

  • infecção ou inflamação do colo do útero