1. Ada
  2. Condições
  3. Insuficiência renal crônica

Insuficiência renal crônica

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico
  8. Outros nomes

Visão geral

Doença renal crônica é uma diminuição na capacidade dos rins para filtrar resíduos e fluidos do sangue. "Crônica" significa que esta condição se desenvolve durante um longo período de tempo e que não é reversível. Certas condições médicas podem prejudicar os rins ao longo do tempo, incluindo diabetes, pressão arterial elevada ou uma inflamação de longa duração nos rins. Os primeiros sintomas da função renal diminuída costumam ser urinar com maior frequência, pressão arterial elevada e inchaço das pernas. Como essa condição leva algum tempo para ocorrer, geralmente afeta pessoas mais velhas. As mulheres são afetadas em proporção ligeiramente superior aos homens. O tratamento consiste em fazer a gestão da condição subjacente e ajudar a função renal. A insuficiência renal crônica exige cuidados para toda a vida.

Riscos

A insuficiência renal crônica ocorre principalmente em pessoas que têm outras condições médicas que causam danos às pequenas unidades nos rins que são responsáveis pela filtragem de resíduos e fluidos do sangue. Isso inclui condições muito comuns, como diabetes ou hipertensão arterial, e razões menos comuns, como doença renal policística, inflamação dos rins, infecções renais repetidas e cálculos renais frequentes. Pessoas que têm alguma malformação em seus rins ou do trato urinário, estão em maior risco de eventualmente desenvolver doença renal crônica. Uma vez que os rins tenham perdido uma quantidade significativa de sua função, podem não ser capazes de se recuperar. A doença renal crônica é mais comum em pessoas mais velhas, e tende a afetar as mulheres um pouco mais do que os homens.

Sintomas

No estágio inicial da doença renal crônica, as pessoas afetadas pode ter desejo de urinar com mais frequência. A urina pode ser pálida e espumosa. Outro sintoma comum é a pressão arterial elevada e inchaço das pernas. À medida que a condição progride, as pessoas afetadas podem desenvolver outros sintomas como náuseas, perda de peso, cansaço e cãibras musculares. A pele pode ficar seca e com coceira pelo corpo todo. Os indivíduos afetados também podem notar manchas marrons em sua pele. O inchaço pode piorar e afetar o rosto.

Diagnóstico

A função renal pode ser testada tomando-se amostras de sangue e urina. Além disso, poderá ser necessário um ultra-som dos rins e do trato urinário . Em alguns casos, pode ser necessário tomar uma pequena amostra do rim (uma biópsia), a fim de encontrar a causa subjacente da condição.

Tratamento

O tratamento envolve o controle da doença que está prejudicando os rins. Pessoas com pressão arterial elevada ou diabetes devem certificar-se de que estas condições estejam bem controladas. Também pode ser útil rever com um médico os medicamentos que está tomando, e substituir ou parar qualquer um que possa danificar os rins. Outras condições médicas envolvendo os rins podem ser controladas com a ajuda de um nefrologista (um médico especialista em rim). Pessoas com rins que já não funcionam o suficiente para filtrar o sangue e fluidos podem precisar de diálise, um processo onde o sangue é filtrado e limpo por uma máquina. Para algumas pessoas, o transplante renal pode ser uma opção.

Prevenção

Um bom controle das condições de saúde, como hipertensão arterial e diabetes, é importante na prevenção da insuficiência renal crônica. Check ups regulares, tomar medicamentos adequadamente e parar de fumar podem ajudar a prevenir a doença renal crônica.

Prognóstico

O diagnóstico precoce e o tratamento da doença renal crônica leve podem ajudar a diminuir ou impedir danos ao rim. No entanto, a insuficiência renal crônica pode progredir e pode tornar-se necessário fazer diálise regularmente ou em alguns casos transplante renal .

Outros nomes

  • dano renal que ocorre durante um longo período de tempo