1. Ada
  2. Condições
  3. Diverticulite

Diverticulite

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico
  8. Outros nomes

Visão geral

Diverticulite, doença diverticular (também diverticulose) é uma condição na qual o intestino grosso forma pequenas bolsas (divertículos) que se projetam para fora através da parede intestinal. Isso geralmente se desenvolve devido ao aumento da pressão no intestino, fraqueza da parede intestinal, ou esforço durante os movimentos intestinais. Muitas pessoas com doença diverticular não têm sintomas, ou têm somente sintomas não muito problemáticos. Algumas pessoas com doença diverticular têm obstipação, diarreia e dor no baixo ventre. Sintomas mais problemáticos resultam, por vezes, de infecção ou inflamação nessas bolsas (diverticulite). Os sintomas da infecção podem surgir rapidamente, e incluem sangue nas fezes e febre. O tratamento só é necessário nas pessoas que têm sintomas. Isso pode envolver a toma de antibióticos ou, raramente, cirurgia.

Riscos

O risco de contrair doença diverticular e diverticulite aumenta com a idade, e afeta com mais frequência as pessoas com mais de 60 anos. Uma dieta pobre em fibras (e com muitos alimentos processados) é um fator muito apontado como causa, embora a correlação não seja clara.

Sintomas

Muitas pessoas com doença diverticular não apresentam sintomas até desenvolver a diverticulite. Os sintomas típicos incluem alterações nos hábitos intestinais (alternando diarreia e prisão de ventre), inchaço, náuseas, vômitos e dor de barriga. Se os divertículos ficam infectados e inflamados, eles podem causar febre, dor de barriga, sangue e pus nas fezes. Os sintomas se devem à inflamação, irritação e infecções que se formam nessas bolsas que se formam do intestino.

Diagnóstico

O diagnóstico é geralmente feito com base no histórico médico e exame físico. Uma tomografia computadorizada (TC) pode ser necessária para identificar a localização da inflamação no intestino e confirmar o diagnóstico.

Tratamento

O tratamento se baseia na gravidade e no estágio da doença diverticular. Pessoas afetadas que não tenham sintomas em geral não precisam de tratamento. As que têm diverticulite (infecção e inflamação das bolsas) podem ser tratadas com antibióticos para debelar a infecção. Em casos graves ou complicados, cirurgia pode ser necessária para parar a hemorragia, drenar o pus, ou mesmo remover partes do intestino. No entanto, isso é muito incomum.

Prevenção

Comer alimentos ricos em fibras pode ajudar a evitar a doença diverticular e episódios de inflamação das bolsas (diverticulite).

Prognóstico

Muitas pessoas com doença diverticular não apresentam sintomas e não necessitam de tratamento. A diverticulite (inflamação e infecção das bolsas) muitas vezes é tratada com antibióticos e as pessoas afetadas se recuperam bem se não houver complicações. Algumas podem ter episódios recorrentes de diverticulite. Pessoas mais jovens podem ter maior risco de doença grave e de recorrência.

Outros nomes

  • surgimento de pequenos sacos (divertículos) inflamados no revestimento do intestino grosso