1. Ada
  2. Condições
  3. Ebola

Ebola

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

Ebola, ou doença por vírus Ebola, é uma doença infecciosa causada pelo vírus Ebola. A condição é caracterizada por febre e hemorragia. A transmissão ocorre por contato direto com fluidos corporais contaminados. Os sintomas geralmente aparecem entre 2 a 21 dias e as pessoas ficam infecciosas quando começam a mostrar sintomas. Ainda não há cura, mas o bom atendimento aumenta as chances de derrotar o vírus. A prevenção é essencial para reduzir a transmissão do vírus.

Riscos

Essa condição é causada por um vírus altamente contagioso. A transmissão ocorre através do contato com fluidos corporais, como o sangue, o suor, a urina, a saliva e cortes na pele. Pessoas expostas a objetos contaminados com esses fluidos, a animais ou a pessoas com a doença têm maior risco de infecção. Embora altamente contagioso, o vírus não se espalha pelo ar nem pelo toque. O vírus Ebola é encontrado na África Ocidental, por isso quem mora ou viaja para países com Ebola tem maior risco de contrair o vírus.

Sintomas

Os sintomas de infecção por Ebola geralmente aparecem entre 2 a 21 dias após a infecção. As pessoas com infecção por Ebola se tornam infecciosas uma vez que começam a mostrar sintomas. Os sintomas iniciais da infecção por Ebola são muito semelhantes aos da gripe ou malária, com febre, suores, dores musculares e dores de cabeça. Sintomas posteriores incluem dores de estômago, diarreia, vômitos, hematomas e hemorragia pela boca, olhos, ouvidos e intestino.

Diagnóstico

Os sintomas iniciais da infecção por Ebola são muito semelhantes aos da gripe ou malária, de maneira que pode ser difícil fazer um diagnóstico precoce. Exames de sangue são utilizados para confirmar a infecção por vírus do Ébola. Se os sintomas não surgirem dentro de 21 dias esta condição é excluída.

Tratamento

Neste momento, não há cura ou vacina licenciada para o vírus do Ebola. A assistência médica é necessária para evitar a desidratação e manter as funções vitais (especialmente pressão arterial). Muitas vezes é necessário fazer transfusões de sangue para repor as perdas de sangue por hemorragia.

Prevenção

A prevenção é muito importante para controlar surtos desse vírus. As pessoas com infecção por Ebola ficam infecciosas uma vez que começam a demostrar sintomas, por isso se uma pessoa está em risco de ter Ebola, é importante tomar cuidado até que a causa da doença seja confirmada. Evitar o contato desprotegido com fluidos corporais infectados ao cuidar de pessoas com infecção por Ebola, e tomar precauções nos enterros de pessoas que morreram de Ebola pode ajudar a diminuir a propagação desse vírus.

Prognóstico

O prognóstico é difícil de prever já que as pessoas podem reagir ao vírus de formas muito diferentes. As complicações variam de sintomas residuais como fraqueza, perda de cabelo e dores articulares até hemorragia grave e choque. A infecção pelo vírus Ebola é com muita frequência uma doença fatal.