1. Ada
  2. Condições
  3. Hipertensão essencial

Hipertensão essencial

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

Hipertensão essencial, também chamada de hipertensão primária, é a pressão arterial elevada (superior a 140/90 mmHg) sem qualquer causa identificável. A pressão sanguínea é determinada pela força do sangue contra a parede da artéria e o volume de sangue que o coração bombeia. Na maioria dos casos, a pressão arterial elevada passa despercebida ou provoca sintomas leves ou não específicos, tais como dor de cabeça, tontura e alterações visuais. A hipertensão pode afetar eventualmente qualquer pessoa, mas também pode ser tratável se detectada logo no início.

Riscos

Hipertensão essencial ou primária tende a desenvolver-se ao longo de muitos anos, sem qualquer causa específica conhecida. No entanto, há vários fatores que sabidamente aumentam o risco de desenvolver pressão alta. Quem tem um membro da família com pressão arterial elevada está em risco, assim como as pessoas que estão com sobrepeso, as que fazem pouco exercício, fumam ou bebem álcool. Quem tem diabetes também corre mais risco de desenvolver esta condição. A hipertensão essencial geralmente afeta os adultos, e fica mais comum com a idade.

Sintomas

A pressão arterial elevada muitas vezes não tem sintomas. Algumas pessoas podem ter dores de cabeça leves, não específicas. Os sintomas podem ocorrer se a pressão arterial for grave e começar a causar danos aos órgãos. Esses sintomas incluem dor de cabeça latejante, tonturas, visão turva, inchaço dos pés e falta de ar.

Diagnóstico

O diagnóstico muitas vezes é feito durante uma verificação de rotina da pressão arterial. Se é incerto se uma pessoa realmente tem pressão arterial elevada, pode ser necessário fazer um teste de 24 horas de duração, durante o qual a pressão sanguínea é medida em diversos momentos ao longo do dia. Esse teste pode ajudar pessoas que têm 'hipertensão do jaleco branco', uma condição em que o ato de se submeter a uma verificação da pressão arterial faz com que a pressão sanguínea se eleve.

Tratamento

O tratamento eficaz da hipertensão essencial é uma combinação de mudanças de estilo de vida (exercício diário, alimentação saudável, parar de fumar e reduzir o estresse) e medicamentos para reduzir a pressão arterial.

Prevenção

Fazer exercícios regularmente e manter um peso saudável ajudam a evitar o desenvolvimento de hipertensão arterial. Parar de fumar e reduzir a ingestão de álcool também podem ser medidas úteis para prevenir essa condição. Outras condições médicas, como diabetes, devem ser tratadas da melhor forma possível.

Prognóstico

Com mudanças de estilo de vida e, por vezes, com medicação, a pressão arterial elevada pode ser bem controlada. Se deixada sem tratamento, a pressão alta aumenta o risco de outras condições médicas, especialmente ataque cardíaco e acidente vascular cerebral (AVC).