1. Ada
  2. Condições
  3. Câncer da vesícula biliar

Câncer da vesícula biliar

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

Câncer da vesícula biliar é um tipo raro de câncer que se origina na vesícula biliar. A vesícula biliar é um pequeno órgão que fica em baixo do fígado e armazena a bile, ou bílis . A condição afeta mais comumente mulheres com mais de 70 anos. Sabe-se que os cálculos biliares e a colecistite persistente (inflamação da vesícula biliar) aumentam o risco de câncer da vesícula biliar. Os sintomas desse câncer muitas vezes só apse revelam à medida que a doença progride. Os primeiros sintomas em geral são vagos, e os sintomas posteriores incluem uma protuberância na parte superior direita do abdômen e pele amarelecida. O tratamento depende do tamanho do câncer e de saber se ele já se espalhou no momento do diagnóstico.

Riscos

A vesícula biliar é um pequeno órgão que fica embaixo do fígado, no lado direito do abdômen, e que armazena bile, um líquido digestivo produzido pelo fígado, que a vesícula biliar segrega enquanto comemos. Essa condição é rara e afeta principalmente pessoas com mais de 70 anos. As pessoas que têm cálculos biliares e colecistite de longa data (infecção e inflamação da vesícula biliar) correm maior risco de desenvolver esta condição.

Sintomas

Os sintomas podem incluir dor abdominal leve e, por vezes, sintomas típicos de indigestão, como inchaço, arrotos e náuseas. Os sintomas mais específicos para o câncer da vesícula biliar ocorrem apenas quando a doença avança. Estes incluem amarelecimento da pele e do branco dos olhos (icterícia) devido ao bloqueio dos canais biliares, ou uma dilatação da vesícula que pode ser sentida como uma protuberância abaixo das costelas do lado direito.

Diagnóstico

O diagnóstico é normalmente feito por meio de testes de sangue e exames de imagem da vesícula biliar, tal como um ultra-som ou um exame de ressonância magnética. A vesícula pode ser removida e investigada para confirmar o diagnóstico. Algumas vezes o diagnóstico é feito por coincidência durante uma cirurgia abdominal.

Tratamento

O tratamento do câncer de vesícula biliar depende do tamanho do câncer, do tipo exato de câncer e de saber se o câncer se espalhou. A combinação desses fatores define a fase do câncer. Nas fases iniciais ele pode ser curado por remoção cirúrgica da vesícula biliar e dos tecidos ao redor. Em muitos casos também se utiliza a quimioterapia e a radioterapia. O médico encarregado do tratamento pode dar o melhor conselho a respeito. Pessoas que tiveram câncer da visìcula biliar podem beneficiar de um grupo de apoio ou aconselhamento, em especial durante o tratamento. Se o câncer se espalhou e não é curável, o tratamento visa controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida.

Prevenção

Tratar adequadamente os cálculos biliares e a inflamação da vesícula biliar pode ajudar a reduzir o risco de câncer da vesícula biliar.

Prognóstico

As pessoas que são diagnosticadas e tratadas nos estágios iniciais respondem melhor ao tratamento. Infelizmente, como há poucos sintomas iniciais, a maioria das pessoas só recebe o diagnóstico depois de a condição ter avançado, o que reduz severamente as chances de recuperação.