1. Ada
  2. Condições
  3. Doença do refluxo gastroesofágico

Doença do refluxo gastroesofágico

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico
  8. Outros nomes

Visão geral

A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) é uma condição em que o ácido do estômago reflui de volta para o esôfago (o tubo que liga a boca ao estômago). É uma condição comum, especialmente em pessoas com mais de 40 anos e mulheres grávidas. Os fumantes pessoas que bebem álcool e sofrem de obesidade são mais propensas a desenvolver refluxo gastroesofágico. Os sintomas mais comuns são uma sensação de queimação no peito (azia) e um gosto ácido na boca. Os sintomas de refluxo gastroesofágico são tratados com mudanças na alimentação e no estilo de vida (por exemplo, perder peso, parar de fumar e reduzir a ingestão de álcool) e com medicamentos para reduzir a acidez do estômago. A doença do refluxo gastroesofágico pode ser bem resolvida e em geral não causa problemas a longo prazo.

Riscos

Esta condição é mais comum em pessoas com mais de 40 anos, mas pode ocorrer em qualquer idade. Muitas mulheres grávidas sofrem de refluxo gastroesofágico quando o bebê pressiona o estômago. As pessoas que fumam, as que bebem álcool e com obesidade são mais propensas a desenvolver refluxo gastroesofágico.

Sintomas

Os sintomas típicos incluem azia (sensação de queimação no peito), dor ao engolir e gosto ácido na boca. Outros sintomas menos comuns incluem tosse, chiado e voz rouca. Os sintomas são causados pelo ácido do estômago que irrita o revestimento interno do esôfago, boca e garganta.

Diagnóstico

O diagnóstico pode ser feito sem pesquisa quando uma pessoa relata sintomas típicos e não tem sintomas que apontam para alguma outra condição, possivelmente mais grave. Se os sintomas não são típicos, pode ser necessária uma endoscopia (introdução de câmera no estômago através da boca) para confirmar o diagnóstico e excluir outras condições. Outros testes que confirmam o diagnóstico medem os níveis de ácido ou a pressão na parte inferior do esôfago.

Tratamento

Perder peso, parar de fumar e reduzir a ingestão de álcool são medidas úteis para reduzir os sintomas de refluxo gastroesofágico. Evitar alimentos que pioram os sintomas (como cebola, tomate, chocolate e alimentos picantes) também pode ajudar. Algumas pessoas tomam antiácidos para aliviar os sintomas do refluxo gastroesofágico. Alguns medicamentos também são úteis para amenizar os sintomas, reduzindo a quantidade de ácido produzido pelo estômago. Esses medicamentos devem ser tomados regularmente para evitar os sintomas.

Prevenção

Perder peso, evitar o álcool e parar de fumar podem evitar a doença do refluxo gastroesofágico. Tratar os sintomas do refluxo gastrointestinal ajuda a prevenir as possíveis complicações a longo prazo dessa condição.

Prognóstico

A resposta dos sintomas às mudanças de estilo de vida (por exemplo, perder peso, parar de fumar e reduzir a ingestão de álcool) e à medicação normalmente é muito boa. Pessoas que sofrem há anos de refluxo gastroesofágico não tratado podem desenvolver complicações, incluindo estreitamento do esôfago, alterações nas células do revestimento do esôfago e, muito raramente, câncer de esôfago.

Outros nomes

  • refluxo de ácido do estômago para o esôfago