1. Ada
  2. Condições
  3. Herpes Zoster oftálmico

Herpes Zoster oftálmico

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

A infecção por herpes zoster, vulgarmente conhecida como cobreiro ou zona, é uma infecção viral comum. Quando afeta um nervo da face chamado nervo oftálmico, o termo médico é zoster oftálmico. Esta condição ocorre quando o vírus da varicela (ou catapora) se reativa mais tarde na vida da pessoa. Pessoas que tiveram catapora têm um risco aumentado de desenvolver esta condição. Herpes zoster oftálmico tende a afetar os mais velhos e pessoas com um sistema imunitário enfraquecido. O sintoma típico desta condição é uma erupção cutânea dolorosa, formação de erupções com bolhas ao longo do rosto e dos olhos, e vermelhidão dolorosa no olho do mesmo lado da erupção. Tratamento implica o uso de medicamentos anti-virais e, se os sintomas forem graves, administrados por via intravenosa. Pessoas afetadas devem evitar o contato com as pessoas que não tenham sido vacinadas contra a catapora ou com um sistema imunológico enfraquecido. Se não for tratada rapidamente, esta condição pode causar problemas permanentes de visão.

Riscos

O herpes zoster é uma infecção pelo vírus da varicela-zoster (VZV). Este vírus provoca duas condições diferentes. O primeiro, varicela, ou catapora, é um erupção cutânea, com bolhas, pelo corpo todo. O vírus então permanece dormente no corpo por vários anos para então voltar como telhas. Apesar de que ter tido catapora geralmente torna a pessoa imune a te-la novamente, não a faz imune a telhas. Telhas oftálmicas são telhas que ocorrem em uma determinada área do rosto. Isso acontece porque o nervo na área, o nervo oftálmico, foi afetado. Telhas tende a afetar pessoas mais velhas, e as que têm um sistema imunitário enfraquecido. Pessoas que tiveram catapora na infância tem risco de contrair esta condição.

Sintomas

Herpes zoster oftálmico começa frequentemente com uma dor ardente e formigamento no olho, na testa, nas fontes e no nariz. Isto é seguido por uma erupção com bolhas. A área também pode ficar dormente. Pessoas com esta condição ficam com o olho lacrimejante e doloroso do mesmo lado da erupção, juntamente com inchaço ao redor dos olhos e, às vezes, problemas de visão. Outros sintomas, dor de cabeça, febre, perda de apetite e uma sensação geral de mal estar.

Diagnóstico

O diagnóstico geralmente pode ser feito com base nos sintomas e no aspecto das erupções cutâneas. Se incerto, o diagnóstico pode ser confirmado por exames de sangue ou tomado-se uma amostra do líquido de uma bolha e analisando para presença do vírus.

Tratamento

Herpes zoster oftálmico deve ser tratadp com urgência com medicamentos anti-virais. Pessoas que têm um sistema imunológico enfraquecido ou que desenvolvem problemas de visão graves podem precisar de receber este medicamento anti-viral por via intravenosa. Também pode ser necessário usar colírio contendo esteróides. Medicamentos anti-inflamatórios, como ibuprofeno, podem ajudar a reduzir a dor e inchaço. Pessoas com esta condição devem tentar evitar coçar a erupção cutânea.

Prevenção

Pessoas com herpes zoster devem se manter afastadas de pessoas que não tenham sido vacinadas contra a varicela (especialmente recém-nascidos) e as que têm um sistema imunológico fraco. A vacinação contra a varicela (vacinação contra catapora) e contra herpes zoster pode ajudar a prevenir e reduzir a gravidade de alguns casos de herpes zoster.

Prognóstico

O herpes zóster oftálmico (herpes nos olhos) pode causar problemas de visão permanentes, incluindo cegueira. Os idosos e as pessoas com um sistema imunológico debilitado podem desenvolver complicações após um episódio de zóster oftálmico, tais como cicatrização permanente no olho, glaucoma e perda da visão.