1. Ada
  2. Condições
  3. Síndrome do ovário policístico

Síndrome do ovário policístico

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

Síndrome do ovário policístico (SOP) é uma condição na qual se formam múltiplos cistos nos ovários o que afeta a sua capacidade de funcionar normalmente. Os ovários geralmente produzem óvulos (ovos) e os hormônios estrogênio e progesterona. Esses hormônios influenciam o ciclo menstrual e a produção e liberação de óvulos pelos ovários. Embora seja uma condição relativamente comum, a causa exata não é conhecida. Esta condiçãogeralmente é diagnosticada durante a adolescência ou na idade adulta jovem. Os sintomas incluem períodos menstruais irregulares ou ausencia deles, crescimento excessivo de pêlos e dificuldade de engravidar. Não há cura específica para SOP, mas os sintomas e dificuldade de engravidar pode ser bem tratados. Com bom seguimento, a maioria das mulheres vive bem com esta condição.

Riscos

Os ovários são a parte do sistema reprodutivo feminino responsáveis ​​pela produção de óvulos (ovos) e os hormônios estrogênio e progesterona, que são importantes para um ciclo menstrual normal e para a gravidez. A síndrome do ovário policístico causa a formação de múltiplos cistos nos ovários, o que afeta a sua capacidade de funcionar, e causa os sintomas desta condição. Embora seja uma condição relativamente comum, a causa exata não é conhecida. Essa condição afeta as mulheres na adolescência ou na idade adulta jovem. A SOP tende a ser hereditária, de modo que uma pessoa que tenha um membro da família com esta condição tem maior probabilidade de te-la também. Outros fatores que aumentam o risco de desenvolver SOP são obesidade, baixos níveis de atividade física e a resistência à insulina.

Sintomas

Os sintomas de síndrome do ovário policístico são causados principalmente por desequilíbrios hormonais. Eles podem ser períodos menstruais irregulares ou ausência deles, crescimento excessivo de pêlos, acne e ganho de peso. Pessoas com SOP podem ter dificuldade em engravidar.

Diagnóstico

O diagnóstico pode ser feito com base nos sintomas, exame físico e uma ecografia dos ovários que mostra a presença de múltiplos cistos. Os exames de sangue para verificar os níveis hormonais também podem ser úteis para confirmar o diagnóstico e descartar outras causas para os sintomas.

Tratamento

O tratamento envolve tomar medidas para controlar os sintomas e as complicações. Os ciclos menstruais irregulares e o excesso de pêlos podem ser tratados tomando a pílula (contraceptivo oral). Os pêlos indesejados também podem ser tratados por outros métodos, incluindo raspar, depilação, cremes depilatórios e depilação a laser. Os problemas de fertilidade são tratados usando medicamentos que estimulam a liberação de óvulos pelos ovários, e este método é frequentemente bem sucedido em pessoas com SOP.

Prevenção

Embora não seja possível prevenir essa condição, o diagnóstico precoce pode ajudar a prevenir complicações, tais como infertilidade ou diabetes.

Prognóstico

A síndrome do ovário policístico (SOP) é uma condição duradoura. Com o tratamento, muitas mulheres com SOP são capazes de controlar seus sintomas e engravidarem. Pessoas com SOP têm um risco maior de desenvolver complicações mais tarde na vida, como diabetes, níveis elevados de colesterol e pressão arterial alta.