1. Ada
  2. Condições
  3. Câncer anal

Câncer anal

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

O câncer anal é um câncer que surge do ânus, a abertura na extremidade do reto. O reto é a porção final do intestino grosso que armazena fezes até que elas são eliminadas através do ânus. Esta condição é incomum, e tende a afetar os adultos mais velhos. Os primeiros sintomas de câncer anal incluem sangramento ou coceira ao redor do ânus, um nódulo no ou perto do ânus e dor anal. O câncer anal se espalha lentamente e com tratamento precoce, tem um prognóstico relativamente bom.

Riscos

As causas do câncer anal não são bem entendidas. Ele é fortemente associado com a infecção com o vírus da verruga, o papilomavírus humano (HPV). Outros fatores de risco incluem um sistema imunológico enfraquecido, atividades sexuais inseguras e tabagismo. Mulheres que foram diagnosticadas com câncer cervical, vulvar ou vaginal podem ter um risco maior de desenvolver câncer anal. Esta condição é igualmente comum em homens e mulheres, e é mais comum em adultos mais velhos.

Sintomas

Os primeiros sintomas de câncer anal incluem sangramento em torno do ânus, um nódulo no ou perto do ânus, prurido anal e secreção do ânus. Outros sintomas podem incluir dor anal, uma mudança nos hábitos intestinais e inchaço dos gânglios linfáticos na virilha e região anal.

Diagnóstico

O diagnóstico geralmente é feito examinando a área e fazendo um exame digital retal, onde o médico apalpa levemente o interior do ânus para sentir se há quaisquer nódulos. Este teste é muitas vezes útil na detecção precoce do câncer. Outros testes que podem ser úteis são endoscopia (com câmera flexível) do ânus e reto e ultra-som da região anal. Será tomada e testada uma amostra pequena (uma biópsia) de qualquer crescimento anomalo para ver se há câncer presente. Se qualquer um destes testes for positivo para câncer, se faz mais pesquisa para confirmar o estadiamento do câncer.

Tratamento

O tratamento do câncer anal depende do tamanho e do tipo exato do câncer e se este se espalhou. A combinação desses fatores determina o estágio do câncer. Dependendo do estágio, o câncer anal pode ser tratado por radioterapia, cirurgia e quimioterapia ou uma combinação destas terapias. A equipe médica responsável poderá dar o melhor conselho sobre o tratamento a seguir.

Prevenção

Praticar sexo seguro pode ajudar a prevenir alguns casos de câncer anal. Parar de fumar também pode ser útil. A vacinação contra o papilomavírus humano pode prevenir alguns casos de câncer anal, se uma pessoa nunca teve o vírus antes. Fazer exames digitais retais rotineiramente pode ajudar a detectar câncer anal antes que apareçam os sintomas.

Prognóstico

O câncer anal tende a crescer lentamente. Muitas pessoas se recuperam bem se diagnosticadas e tratadas nos estágios iniciais. O prognóstico depende do tamanho do câncer e da propagação no momento do diagnóstico.