1. Ada
  2. Condições
  3. Fissura anal

Fissura anal

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico
  8. Outros nomes

Visão geral

Uma fissura anal é um rasgo doloroso ou ferida aberta na parte final do intestino grosso, o ânus. Os sintomas típicos são uma dor aguda e sangramento vermelho ao evacuar. A causa mais comum é constipação, porque ela produz fezes duras ou grandes que são mais difíceis de eliminar. Outras condições que afetam a área anal podem aumentar o risco de desenvolver uma ferida. O tratamento consiste em amolecer as fezes, evitar a constipação e praticar uma boa higiene. A maioria das fissuras anais se cura em 6 a 8 semanas. Fissuras contínuas ou crônicas também podem ser tratadas com medicação e pomadas. Raramente é necessária cirurgia para reparar a fissura.

Riscos

Uma fissura anal pode ocorrer quando há estiramento do canal anal, causando ruptura do revestimento. Isso ocorre mais comumente na passagem de fezes duras ou grandes, quando uma pessoa se esforça para soltar o intestino, ou se houver uma infecção na área que torne os tecidos macios e frágeis. Pessoas com condições inflamatórias do intestino, como colite ulcerativa ou doença de Crohn, também podem ter fissuras anais como parte de sua condição.

Sintomas

O sintoma mais notável é uma dor aguda sentida durante e depois de soltar o intestino. Isso pode fazer com que o ânus se aperte reflexivamente. Podem aparecer pequenas quantidades de sangue vermelho claro ao limpar o ânus.

Diagnóstico

O diagnóstico baseia-se na revisão da história da pessoa afetada e em exame físico da região anal. Se houver suspeita de infecção subjacente, pode ser necessária mais pesquisa para confirmar a causa.

Tratamento

O tratamento mais importante é amolecer as fezes e evitar a prisão de ventre. A fissura anal pode ser tratada com cremes que relaxam o músculo anal e que também podem conter substâncias anestésicas para aliviar a dor. Se a fissura é grande ou se estiver infetada, pode ser necessária cirurgia para eliminar inteiramente o tecido infectado e reparar a ruptura.

Prevenção

Evitar a constipação, ou prisão de ventre, pode ajudar a evitar algumas fissuras anais. Isso pode ser feito comendo alimentos ricos em fibras, bebendo muita água e praticando exercício físico regularmente. Também pode ajudar evitar o esforço ao evacuar bem como uma limpeza cuidadosa após a defecação.

Prognóstico

A maioria das fissuras anais se cura dentro de algumas semanas, mas algumas podem tornar-se persistentes. Com um pouco de cuidado, a maioria das fissuras anais vai sarar e não causar mais problemas. As pessoas com prisão de ventre recorrente tem uma chance maior de ser afetadas. Pessoas com doença inflamatória intestinal, sistema imune fraco ou diabetes, são mais suscetíveis a uma recuperação lenta das suas fissuras e complicações.

Outros nomes

  • um rasgamento da pele do ânus