1. Ada
  2. Condições
  3. Prostatite bacteriana

Prostatite bacteriana

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

A prostatite bacteriana é uma condição em que ocorre uma infecção bacteriana na próstata. A próstata é uma glândula que fica debaixo da bexiga e forma a primeira parte da uretra (o tubo que leva a urina para fora da bexiga). Homens mais velhos com uma próstata aumentada são mais frequentemente afetados por prostatite bacteriana. Os sintomas típicos são febre, calafrios, sensação de queimadura ao urinar, dificuldade para iniciar a micção e dor ao redor do ânus. O tratamento é feito com antibióticos, analgésicos e, às vezes, um cateter urinário quando há dificuldade em se esvaziar a bexiga. Com o tratamento antibiótico, muitos pacientes se recuperam bem.

Riscos

A próstata é uma glândula que fica debaixo da bexiga e forma a primeira parte da uretra (o tubo que leva a urina para fora da bexiga). As infecções bacterianas podem ocorrer na próstata devido a infecções da bexiga ou algumas infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). Homens mais velhos que já têm uma próstata aumentada são mais comumente afetados, mas os homens de todas as idades podem ter prostatite bacteriana. Homens que têm diabetes, um sistema imunológico fraco, um cateter urinário permanente, ou que se auto-cateterizam (usam um tubo para esvaziar a urina da bexiga) tem maior risco de desenvolver prostatite bacteriana.

Sintomas

Os sintomas comuns da prostatite bacteriana são febre, calafrios, sensação de queimação ao urinar, dificuldade para iniciar a micção e dor ao redor do ânus. Outros sintomas são urina com mau cheiro, fluxo fraco da urina, ejaculação dolorosa e sangue na urina.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito com base nos sintomas, exame da próstata e exames de urina. O exame da próstata envolve um médico colocar delicadamente um dedo no ânus e tatear a próstata através do reto (por trás da próstata). Isso pode ser um pouco doloroso para pessoas com prostatite. A urina é testada para bactérias, e isso às vezes requer massagem prostática, um procedimento em que um médico massageia a próstata antes da tomada da amostra de urina.

Tratamento

A prostatite bacteriana é tratada com antibióticos. Estes são geralmente tomados por 2 a 4 semanas. Se a infecção se tornar persistente, poderão ser necessários tratamentos mais longos com antibióticos ou administração de antibióticos por via intravenosa. A dor pode ser aliviada com analgésicos comuns (paracetamol ou ibuprofeno). Caso a micção se torne difícil e muito dolorosa, poderá ser necessário usar um cateter (um tubo).

Prevenção

Diagnosticar e tratar eficazmente as infecções da bexiga e doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) podem ajudar a prevenir alguns episódios de prostatite bacteriana.

Prognóstico

A recuperação da prostatite bacteriana é geralmente boa após tratamento com antibióticos. Os sintomas melhoram em poucas semanas após o início do tratamento. A infecção pode voltar e, em alguns casos, se tornar uma infecção persistente da próstata (prostatite crônica).