1. Ada
  2. Condições
  3. Câncer da mama

Câncer da mama

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

O câncer de mama é um câncer que nasce do tecido mamário. É um dos cânceres mais comuns nas mulheres, especialmente naquelas acima dos 50 anos, embora ele possa ocorrer em homens e mulheres jovens. Ele é mais comum em mulheres com mais de 50 anos de idade, embora possa ocorrer em homens e mulheres mais jovens. O câncer de mama frequentemente tem sintomas nos estágios iniciais, embora algumas pessoas possam ter um nódulo (caroço) indolor no peito, alterações de pele na mama ou secreção do mamilo. O rastreamento (triagem com exames de pessoas sem sintomas) é importante para diagnosticar o câncer da mama nos estágios iniciais. O câncer da mama descoberto cedo tem uma grande chance de recuperação e cura.

Riscos

O cancer da mama ocorre quando as células do tecido mamário crescem rapidamente e incontrolavelmente. Estas células substituem e destroem o tecido mamário normal, e podem se espalhar pelo corpo. Embora homens e mulheres mais jovens possam desenvolver essa condição, o câncer de mama é mais comum em mulheres com mais de 50 anos e em pessoas com parentes próximos que têm ou tiveram câncer de mama, útero ou ovário. Foram descobertos os genes responsáveis, (BRCA-1 e BRCA-2) que podem ser hereditários.

Sintomas

O sintoma mais comum é um nódulo ou uma massa indolor na mama. Algumas pessoas podem notar também nódulos ou uma massa palpável na axila no mesmo lado do caroço da mama. Outros sintomas são o espessamento ou enrugamento da pele na mama, uma mudança da forma do mamilo, ou uma erupção cutânea sobre o mamilo. A maioria das pessoas com câncer de mama precoce não apresentam sintomas, dessa forma é importante fazer os exames de rastreio (exames para pessoas sem sintomas).

Diagnóstico

O diagnóstico geralmente é feito durante a mamografia de rastreio. A mamografia é uma radiografia da mama. Se for visto ou sentido um nódulo na mamografia, uma pequena amostra do nódulo é removido e examinado para ver se é câncer. Também pode ser necessário examinar os gânglios linfáticos na axila para ver se o câncer se espalhou.

Tratamento

O tratamento do câncer de mama depende do tamanho e do tipo exato de câncer, e se ele se espalhou. A combinação desses fatores determina o estágio do câncer. Dependendo do estágio, o câncer de mama pode ser tratado por cirurgia, terapia hormonal, radioterapia e quimioterapia, ou uma combinação destes métodos. A equipe médica responsável poderá dar o melhor conselho quanto ao tratamento.

Prevenção

O rastreio para o câncer da mama é o melhor método de prevenção. O rastreio é importante porque permite que o câncer da mama seja detectado e tratado numa fase precoce, o que melhora as perspectivas para a pessoa afetada. Se muitas pessoas de uma família tiveram câncer de mama, do ovário ou do útero, outras mulheres da família devem pensar em conversar com um médico sobre fazer exames para identificar esses genes e tomar medidas para evitar esses cânceres.

Prognóstico

O prognóstico depende do estágio do câncer no momento do diagnóstico. Pessoas diagnosticadas cedo são menos propensas a ter câncer em outras áreas do corpo e tendem a responder melhor ao tratamento. As que são diagnosticadas mais tarde tendem a ter um câncer que se espalhou, e esse é mais difícil de tratar. A equipe médica responsável pode informar melhor sobre o prognóstico em cada caso específico.