1. Ada
  2. Condições
  3. Transtorno de conversão

Transtorno de conversão

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

Distúrbio de conversão é uma condição na qual as pessoas reportam sintomas que não têm explicação física. Isso pode incluir sintomas como fraqueza, distúrbios do movimento ou sensação, ou apagões. Episódios de conversão são quase sempre desencadeados por um evento estressante, uma problema emocional ou um distúrbio da saúde mental (por exemplo, uma depressão). Um distúrbio de conversão é geralmente uma condição auto-limitada, ou seja, tratamento não será necessário. Embora, em alguns casos a admissão hospitalar possa ser considerada.

Riscos

O transtorno de conversão é relativamente comum. As mulheres são três vezes mais propensas que os homens a sofrer com essa condição. O transtorno de conversão pode afetar pessoas de qualquer idade, mas tende a ser mais comum entre as idades de 20 e 50 anos. O transtorno de conversão é uma reação física ao estresse esmagador ou sofrimento emocional. Existem muitos exemplos comuns, como o coração muito acelerado quando se sentem nervosos, no entanto, no transtorno de conversão, os sintomas tendem a ser mais dramáticos. É mais comum em pessoas passando por eventos emocionais difíceis e pessoas que sofrem de ansiedade ou depressão.

Sintomas

As pessoas com transtorno de conversão podem sofrer sintomas dramáticos como cegueira, visão dupla, fraqueza ou paralisia, espasmos musculares, convulsões, perda de equilíbrio, pele entorpecida, perda de memória, dificuldades de deglutição, tiques motores ou mesmo alucinações (entre muitos outros). Embora não haja nenhuma causa conhecida que explique os sintomas, eles são reais para a pessoa que os experimenta. As pessoas com transtorno de conversão às vezes parecem surpreendentemente não afetadas por esses sintomas.

Diagnóstico

O diagnóstico geralmente é feito por um médico experiente ou psiquiatra quando nenhuma causa física pode ser encontrada para os sintomas e há uma causa para o estresse. Pode ser difícil diagnosticar o transtorno de conversão e, muitas vezes, testes múltiplos são feitos para excluir outras causas dos sintomas antes do diagnóstico ser alcançado.

Tratamento

O tratamento do transtorno de conversão envolve educação sobre o transtorno e aconselhamento para enfrentar a causa do estresse. Em muitos casos isso ajuda a aliviar os sintomas. Se a pessoa com transtorno de conversão também sofre de ansiedade ou depressão, estes podem ser tratados ao mesmo tempo que o transtorno de conversão, ajudando na melhora dos sintomas.

Prevenção

Participar em atividades de alívio do estresse (exercício leve regular, atividades divertidas, etc.) e ter uma fonte confiável de apoio emocional, em tempos de estresse, pode ser útil na prevenção dos sintomas do transtorno de conversão.

Prognóstico

O transtorno de conversão geralmente melhorará ao longo do tempo, especialmente se a causa do estresse desaparecer. Algumas pessoas podem sofrer recorrência de sintomas (ou sintomas semelhantes) em momentos de estresse.