1. Ada
  2. Condições
  3. Transtorno de ansiedade generalizada

Transtorno de ansiedade generalizada

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

Transtorno de ansiedade generalizada (TAG) é uma condição caracterizada por uma preocupação e ansiedade excessivas e sem foco definido. É preocupante na medida em que as pessoas afetadas têm muitos problemas nas suas tarefas diárias. As pessoas com transtorno de ansiedade generalizada relatam uma perda de controle sobre seus pensamentos, e muitas vezes se preocupam com situações e problemas que estão fora do seu controle. O tratamento do TAG consiste em aconselhamento, psicoterapia e por vezes, medicação. Com tratamento eficaz e apoio, é possível superar o transtorno de ansiedade generalizada.

Riscos

A ansiedade é uma emoção comum e normal. Algumas pessoas, porém, têm uma preocupação ou ansiedade que domina certos aspectos de suas vidas, e muitas vezes têm transtorno de ansiedade. O transtorno de ansiedade generalizada é uma condição comum, em média uma pessoa em cada vinte terá esta condição durante a vida. Uma combinação de vários fatores é a causa do transtorno de ansiedade generalizada. Estes incluem desequilíbrios químicos no cérebro, experiências estressantes na infância e adolescência, outras condições médicas e uso de drogas e álcool. Também se pensa que os transtornos de ansiedade são hereditários, portanto ter um parente próximo com alguma condição de saúde mental, especialmente ansiedade, aumenta o risco de se desenvolver o transtorno de ansiedade. As pessoas, em geral, são diagnosticadas entre os 30 e 40 anos de idade, embora muitas apresentem os sintomas por algum tempo até serem finalmente diagnosticadas.

Sintomas

O sintoma mais comum e mais problemático do TAG é uma ansiedade ou preocupação persistente, invasiva e incontrolável. Pode ser a respeito de qualquer assunto ou situação, e as pessoas com TAG muitas vezes se preocupam e se sentem culpadas por coisas que elas não podem controlar, ou que não as afetam diretamente. Isso, muitas vezes, causa irritabilidade e dificuldade de concentração, bem como outros sintomas físicos, tais como dificuldade para dormir, dores de cabeça, tensão constante, taquicardia e tonturas. As pessoas que recebem diagnóstico de TAG tem um nível de ansiedade grave o suficiente para interferir com sua vida cotidiana.

Diagnóstico

O diagnóstico geralmente é feito por um médico, psicoterapeuta ou psicólogo experiente através de uma avaliação psicológica. Alguns exames de sangue podem ser realizados para excluir outras causas para os sintomas.

Tratamento

O tratamento do TAG geralmente envolve aconselhamento (psicoterapia) e, por vezes, medicação. Muitas vezes, a medicação só é necessária a curto prazo para ajudar a pessoa a controlar os sintomas enquanto recebe aconselhamento. Poderá ser benéfico procurar grupos de apoio e aprender técnicas de controle de estresse, tais como mindfulness.

Prevenção

Um apoio emocional adequado pode ajudar uma pessoa com TAG a reconhecer os sinais de agravamento da ansiedade antes que ela sozinha fosse perceber.

Prognóstico

Com tratamento e apoio, muitas pessoas com transtorno de ansiedade generalizada conseguem controlar seus sintomas e se recuperar. Pode haver uma recorrência dos sintomas durante momentos de estresse. As pessoas que não recebem tratamento podem desenvolver depressão além da ansiedade.