1. Ada
  2. Condições
  3. Tétano

Tétano

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

O tétano é uma infecção causada por bactérias (Clostridium tetani), que muitas vezes causa espasmos musculares dolorosos. O tétano é às vezes chamado maxilar travado, porque os músculos do maxilar são comumente afetados nos estágios iniciais. Esta bactéria vive no solo e pode entrar no corpo através de feridas na pele. Esta é uma condição rara, podendo afetar qualquer pessoa que não foi vacinada contra o tétano, e tende a ocorrer sobretudo em pessoas mais velhas que não fizeram vacinações de reforço. Os sintomas típicos desta condição são rigidez muscular, febre, sudorese e espasmos musculares dolorosos. O diagnóstico pode ser feito com base nos sintomas e exame físico em alguém que esteja em risco. O tratamento inclui antibióticos e anticorpos (proteínas que combatem a infecção) contra as bactérias e a toxina do tétano. O tétano pode ser uma condição médica fatal se não for tratado adequadamente.

Riscos

O tétano é uma condição causada por uma bactéria chamada Clostridium tetani. Esta bactéria é encontrada no solo e estrume animal. Ele entra no corpo através de cortes, arranhões, piercings corporais, feridas profundas e outras lesões que quebram a pele. Quando no corpo, a bactéria começa a crescer e produz uma toxina (uma substância nociva) que afeta os nervos e músculos, causando os sintomas do tétano. Em países com boa cobertura vacinal, o tétano afeta principalmente pessoas mais velhas, que podem não ter injeções regulares de reforço. Em países onde a cobertura de vacinação não é boa, os mais jovens são mais comumente afetados, e as mães novas e seus recém-nascidos correm um risco especial de infecção por tétano.

Sintomas

Os sintomas típicos são rigidez muscular, febre, sudação e espasmos musculares dolorosos. Estes espasmos musculares podem causar problemas de deglutição e respiração. Outros sintomas podem ser o coração rápido, tonturas, salivação e perda do controle da bexiga e intestino.

Diagnóstico

O diagnóstico pode ser feito com base nos sintomas e exame clínico em uma pessoa que teve um ferimento, ou que se sabe estar com risco de tétano. Podem ser feitos alguns exames para descartar outras causas possíveis.

Tratamento

O tétano é tratado com antibióticos e anticorpos (proteínas que combatem a infecção) contra as bactérias do tétano e toxina do tétano. Se o tétano começa a causar problemas respiratórios ou de pressão sanguínea, estes também requerem um tratamento imediato. Outros tratamentos podem ser medicamentos para relaxamento muscular. Em caso de infecção grave, os pacientes geralmente são internados na unidade de terapia intensiva (UTI) e recebem suporte para respirar com a ajuda de um ventilador.

Prevenção

O tétano pode ser prevenido por vacinação. São necessárias vacinações de reforço a cada 10 anos. Pessoas que se ferem e a ferida rompe a pele, e que não tem certeza se são imunes ao tétano devem lavar bem a ferida, e consultar um médico para receber uma vacinação de reforço.

Prognóstico

Embora o tétano possa ser fatal, a maioria das pessoas se recupera com um tratamento adequado. A recuperação total pode levar semanas ou meses.