1. Ada
  2. Condições
  3. Úlcera péptica

Úlcera péptica

  1. Visão geral
  2. Riscos
  3. Sintomas
  4. Diagnóstico
  5. Tratamento
  6. Prevenção
  7. Prognóstico

Visão geral

A úlcera péptica é uma condição em que ocorre uma ferida aberta, ou úlcera, na mucosa do estômago ou duodeno, a primeira parte do intestino delgado. O principal sintoma é dor ardente na parte superior da barriga após as refeições. Outros sintomas são azia, arrotos, flatulência e náuseas. Os sintomas de uma úlcera péptica geralmente pioram com o tempo. As úlceras pépticas pode levar a hemorragia, um buraco no intestino (chamado de perfuração) e outras emergências médicas. Estas complicações podem causar sintomas que aparecem de repente. O tratamento da úlcera péptica depende da causa. Uma vez que a causa é reconhecida e tratada, o prognóstico geralmente é bom.

Riscos

A úlcera péptica é mais comum em idosos. Muitos casos são causados por infecção por uma bactéria chamada Helicobacter pylori. Outra causa de úlceras pépticas é o uso de medicamentos anti-inflamatórios (tais como aspirina), e tabagismo. Há outras condições e medicamentos que podem causar úlcera péptica, mas estes são relativamente raros.

Sintomas

Os sintomas típicos costumam ser dor na parte superior da barriga, azia, indigestão (arrotos e empachamento), e náuseas. Se a úlcera está sangrando, talvez seja possível ver sangue vermelho, fresco ou sangue velho, negro nas evacuações. O sangramento pode também ser acompanhado de cansaço e falta de energia. Se a úlcera provoca um buraco no intestino, isso pode levar a uma dor súbita na barriga, febre, náuseas e desmaio. Esta é uma complicação rara desta condição.

Diagnóstico

Para diagnosticar uma úlcera péptica, é necessária a realização de uma endoscopia (uma câmera é introduzida através da boca até o estômago). No momento da endoscopia se fazem outros exames, que podem ajudar identificar a causa da úlcera péptica. Uma infecção por Helicobacter pylori (bactéria) pode ser diagnosticada através de um teste de hálito.

Tratamento

Pescrevem-se antibióticos para o tratamento de úlceras provocadas por uma infecção bacteriana. Se a úlcera foi causada por um medicamento, o seu médico pode aconselhá-lo sobre os riscos e benefícios de tomar esta medicação no futuro. Alguns medicamentos também são úteis para reduzir os sintomas, reduzindo a quantidade de ácido produzido pelo estômago. Estes geralmente só são necessários quando a úlcera está cicatrizando. Se a úlcera sangra, ou perfura o intestino, pode ser necessária uma cirurgia de emergência. Esta é uma complicação rara.

Prevenção

O uso cuidadoso de medicamentos anti-inflamatórios (como a aspirina) é importante na prevenção de úlceras pépticas, especialmente em pessoas idosas. Desistir ou reduzir o tabagismo pode ser útil para reduzir os sintomas e prevenir novas úlceras.

Prognóstico

Se a causa de uma úlcera péptica passa despercebida e não é tratada, os sintomas podem continuar por meses ou anos. Com o tratamento adequado, a maioria das pessoas se recupera bem e não tem problemas crônicos. É possível haver uma reinfecção com Helicobacter pylori, e por isso as úlceras podem voltar a ocorrer.